Ter Voz


Partido Socialista
Partido Socialista
Secção de Benfica e
São Domingos de Benfica
Lisboa
Portugal em Acção

Verba Volant,
Scripta Manent



Estamos constantemente a utilizar termos que têm uma intenção e uma extensão que não são inteiramente aptas;
teoricamente, são em princípio criados para serem aptos;
mas se não o conseguem, então terá de ser encontrada uma outra maneira qualquer de lidarmos com eles, de modo que possamos saber em qualquer momento aquilo que pretendemos significar.
T.S.Eliot








Arquivos
Abril 2003

Maio 2003

Junho 2003

Julho 2003

Agosto 2003

Setembro 2003

Outubro 2003

Novembro 2003

Dezembro 2003

Janeiro 2004


Contacto @mail
Ter Voz


* Membro efectivo *
BlogA!?




Blogs PS
Blog Vozeirão Virtual

Blog Forum Cidade

Atitude
Baixo Alentejo
O Desenvolvimento sustentável
Fórum Cidade
Independências
Notícias breves PS Santarém
Política com arte
Vereadores PS Câmara Lagoa
Vozeirão Virtual


Apontadores e Alojamento Blog
Bloco Notas
Blogo
Blogs em PT
Blogs no Sapo
Frescos
Weblog.com.pt (Pt)


Para saber...
Portal Maçónico
Opus Dei
Estudos sobre o Comunismo (Pt)


Toma lá...
Abrupto
Quadratura do círculo

Toma lá... Dá cá...
<- A ->
Adufe (Pt)
Almocreve das Petas
Analiticamente Incorrecto
Anarca Constipado
Ânimo
Arte de Opinar (Pt)
Avatares de um desejo
Aviz

<- B ->
Barnabé (Pt)
Bazonga da Kilumba
Bloga!? (Pt) *
Blogame Mucho
Blogo Social Português
Bloguítica
Bota a cima (Br)
Buba
O Bugue

<- C ->
O Carimbo
Causa Nossa
Cidadão Livre
Congeminações (Pt)
Cruzes Canhoto

<- D ->
Daedalus
Dentadas
Desblogueador de Conversa
Descrédito
Des-encantos
Dicionário do Diabo

<- E ->
A Espada Relativa
Estaleiro
Exacto

<- F ->
Os Filhos da Madrugada (Pt)
Fumaças (Pt)

<- G ->
Gang-Grupo Arquitectos
Gato Fedorento
Glória Fácil
Governância
Grande Loja Queijo Limiano

<- I ->
Indis(pensáveis)
Irreflexões

<- J ->
Jaquinzinhos
Janela para o Rio (Pt)
Jornalismo e comunicação
O Jumento

<- K ->
Klepsýdra

<- L ->
Laranja Amarga (Pt)
Liberdade de Expressão
Linhas de Esquerda

<- M ->
Mar de Abrantes
Marretas
Mar Salgado
Mata-Mouros
Memória Virtual (Pt)
Mephistopheles
Método Eleitoral *
Miniscente
O Miradouro

<- N ->
A Natureza do mal
Nimbypolis
Notas Verbais

<- P ->
O País Relativo
Paulo Gorjão
Para mim tanto faz
No Parapeito
Penduras
Pedra no Charco
A Pente Fino
Pessoal in Transmissível
Picuinhices
Poetry Café (Pt)
Pelourinho de Lisboa
Ponto Media
Ponto e Vírgula
A Praia
O Prazer da política

<- Q ->
4ª Ferida Narcisica

<- R ->
Respirar o Mesmo Ar

<- S ->
Satyricon
Ser Português(Ter que)
Silêncio (Pt)
Solidariedade Blog *
Solistência (Br)

<- T ->
Tá de Chuva (Pt)
Tanto País (scheeko) (Pt)
A Teia
Terra do Sol
Terras do Nunca
Tlix
A Toca do Gato
Três Tesas não pagam dívidas (Pt)
Tugir em português

<- U ->
Último Reduto (Pt)
Umbigómetro (Pt)

<- V ->
A Verdade da Mentira (Pt)
Veto Político
Viva Espanha

* Blog's colectivos de que o Ter Voz faz parte

RIP
Politicamente incorrecto


Technorati

Jiminy Cricket

Contador (site) Contador (site) Contador (site) Contador (ext) Contador (ext)






Partido Socialista
Benfica e
São Domingos de Benfica
Lisboa



a Secção Outubro-Dezembro 2003
a Secção
Outubro/Dezembro 2003






Google
Outros WebSites

Partido Socialista
Site Oficial do PS

GP PS
Grupo Parlamentar PS

Benfica/S.Domingos Benfica
Benfica/S.Domingos Benfica


Euro2004


Blog Ter Voz
www.tervoz.blogspot.com




Ter Voz
Um Projecto a dois anos para o
PS Benfica e São Domingos de Benfica - Lisboa

sexta-feira, novembro 21, 2003
 
Londres
O que está em causa

As manifestações na capital londrina perdem o sentido quando comparam o incomparável. Fazer de G.W.B. e Tony Blair uns facínoras, recorro à palavra muito em moda nos últimos tempos no TER VOZ, é lamentável.
Manifestei, aqui, várias vezes o meu descontentamento em relação a G.W.B. Entendo que não está à altura do cargo, está ladeado de pessoas com preocupações pessoais e outras que não olham a meios para atingir os seus fins, ainda por cima sem qualquer estratégia. Sempre salvaguardei a personalidade de Collin Powell, a única, a meu ver, que consegue destacar-se pela positiva nesta Administração.
Não defendi a guerra preventiva, essa farsa, que alguns membros de Washington tentaram vender e só alguns Estados a compraram. Importou adquirir essa aliança por objectivos estratégicos de médio longo prazo. O que em parte é compreensível.
A questão, neste momento, não se coloca no âmbito anteriormente debatido: deve ou não os E.U.A. atacar o Iraque?
As forças da Coligação atacaram e triunfaram no campo da guerra convencional, mas estão, assim como todo o mundo ocidental, mesmo aqueles que mais se opuseram à intervenção militar, expostos a ataques de organizações terroristas. Engane-se quem pensa que países como França e Alemanha não estão na mira. Aliás, todos os Estados ocidentais estão em situação muito vulnerável e, como tem ficado bem patente, as redes terroristas, paulatinamente, avançam no mapa. Já chegaram à Turquia e em força, amanhã, quais serão os alvos na Europa ou na América do norte?
Não nos podemos esquecer de quem tem culpas no cartório (G.W.B. e os seus séquitos), o que está feito está feito, mas neste momento vilipendiar o Presidente norte-americano e o Primeiro-Ministro britânico é, inconscientemente, atacar as nossas sociedades e defender as causas terroristas. Bem sei que esta é uma das virtudes da Democracia, a livre expressão, contudo importa saber o que está em causa. Não temos uma máquina do tempo para regressar ao passado e corrigir os erros cometidos.
O que é um facto é que o Iraque está num caos. O Ocidente sente-se de mãos e pés atados por esse vulto terrorista actuante, e o Império, norte-americano, não é tão omnipotente como alguns, os mesmos que criticam por tudo e por nada os E.U.A., pensavam.
Desejo que dentro de um ano a Casa Branca tenha um novo inquilino. Enquanto esta mudança não surge, temos de saber sair desta profunda crise mundial em que nos encontramos e não são atitudes, como as tomadas no início deste ano por Washington, de ou estás comigo ou contra mim, que nos poderão fazer sair deste torpor. Pelo menos G.W.B. aprendeu a ser mais humilde e reconhece a necessidade da presença da Velha Europa neste conflito que só pode ser travado por todos, por que todos são alvo.
Lição aprendida, lutemos, juntos, pela mesma causa: um mundo mais estável, combatendo, ao mesmo tempo, este polvo terrível que estica os seus tentáculos, desejando o caos e a miséria.
CMC
11/21/2003 02:37:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. Some Text
.